9 de janeiro de 2009

Falkland Island ou Islas Malvinas?

Vista Do navio da cidade de Stanley


Ir às ilhas Falkland é praticamente desmistificar um mito. Afinal, um arquipélogo de inúmeras ilhas tão disputadas por nossos vizinhos Argentinos, porém com um valor real questionável para justificar a morte de tantos soldados por estas terras secas, fria e de mar bravio. Por outro lado, a localização geográfica estratégica justifica muita coisa...
Chegada na ilha.

Eu não sabia, mas há pelo menos 2 séculos a Inglaterra ocupa estas terras e conhecendo o local fica difícil apoiar a Argentina, visto que a ilha é praticamente o “interior” da Inglaterra. Tudo lá é absolutamente inglês, desde o sotaque até os produtos do supermercado, a arquitetura, a comida, o trânsito na contramão, entre outros detalhes. Praticamente metade da população local de 2379 habitantes nasceu nestas 2 ilhas grandes, circundadas de inúmeras ilhas pequenas. Como poderiam os Argentinos expulsar os habitantes locais e refazer tamanha comunidade sem criar um drama de enorme proporção? Penso que o que está feito está feito! Não há mais o que se discutir.

Telefones londrinos


Mas falando sobre a minha visita, eu estou mesmo com MUITA sorte. O dia do desembarque estava fabuloso, com pouco vento e sol! A temperatura local estava em torno de 12 graus. Ótimo para o máximo de 15 graus já registrado nestas ilhas! De longe é muito bonito ver a cidade, pois os telhados são pintados de cores muito vibrantes, entre elas: vermelho, amarelo, verde e azul. Isso acrescenta uma atmosfera mais alegre ao local monocolor. Porém estaria sendo muito restrita na descrição se não mencionasse os lindos jardins floridos das casas, bem como hortas! Sim, acredito que a maioria das casas possui hortas de vegetais em suas casas, bem como uma estufa para os períodos de inverno intenso.

Arquitetura da cidade.


A comunidade vive da pesca e da criação de ovelhas (cerca de 600 mil ovelhas!). O turismo está se desenvolvendo na região e já somam 9 o número de estabelecimentos para hospedagem (entre pousadas, hotel e hostel).
O local é fascinante para os amantes da natureza. O forte da região são as aves (região onde se pode avistar os maiores albatrozes do mundo), mas há vários tipos de pingüins e com um pouco de paciência é possível esperar para avistar orcas, focas, elefantes marinhos, entre outras espécies.

Um comentário:

  1. Muito bom o seu relato! Mas cuidado: defender a Inglaterra não pega bem a uma mercosulina! Hahaha! Nos estudos de História acabei descobrindo que a Guerra das Malvinas foi um dos eventos que acabou aproximando de vez Brasil e Argentina e sepultando a antiga rivalidade entre os Estados. Parece que o Brasil ajudou (clandestinamente) a Argentina durante a guerra. Depois a aproximação intesificou-se e surgiu o Mercosul...

    Las Malvinas son Argentinas! Ainda não visse isso escrito aí pela Argentina não?

    Bj,

    Rafa

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails