13 de outubro de 2010

TOP SECRET: O encontro no parque...

 
Nesta viagem ao Irã não utilizamos o site do Couchsurfing para obter hospedagem, mas o usamos para tirarmos muitas dúvidas pré-viagem. Eu, particularmente, fiz contato com mulheres para saber o que levar na mala, o que era possível de vestir e o que não seria adequado. É muito bom ter este canal internacional e gratuíto para contato!

Prestando atenção nas orientações do embaixador do CS em Teerã.

Para quem não sabe, o Couchsurfing (CS) é um site que se propõe a ser um canal de integração de pessoas pelo mundo, através da hospedagem gratuita dos participantes entre si. Não é obrigatório hospedar: você pode se propor apenas a tirar dúvidas ou a sair para passear. Fica a critério do freguês. (Depois, se alguém manifestar interesse, posso escrever mais detalhadamente a respeito e sobre minha experiência.)

Fato é que enquanto estávamos em Teerã e ficamos sabendo através de um de nossos contatos que ia rolar um meeting (encontro) dos "locais" com os poucos turistas que estavam pela cidade. Confirmamos presença imediatamente, visto que estaríamos por perto.
O local do encontro foi em um parque bastante arborizado. O nosso "contato" (um dos que o Rafael tinha entrado em contato pelo site) veio ao nosso encontro na entrada do parque. Aí começou o clima bizarro com o nosso amigo nos orientando para o caso de "algo dar errado":


Contato do CS: "Caso alguém nos pare e nos questione por que estamos andando juntos, saibam que devem dizer que vocês apenas pediram informações e que nunca nos vimos antes e não mencionem o Couchsurfing."

Ele estava acompanhado de uma turista da Polônia e quando perguntei se ela estava hospedada com ele, ficou o maior clima ruim. Novas orientações:

Contato do CS: "Para todos os efeitos, eu não estou hospedando ninguém. Isso não existe, é o que devem sempre dizer para policiais ou espiões."

Ele disse "espiões"? - pensei comigo.

Contato do CS: "Agora vou levá-los ao nosso encontro. Vamos sair da trilha e ficar numa parte do parque mais escondida. Lembrem-se das minhas orientações."

Nunca pensei que participar do Couchsurfing seria tão emocionante em outros locais do mundo. ;-)

Ao chegar no local, uma grande turma já estava por lá. Em sua maioria Iranianos e poucos turistas.

Eu fazendo a minha "apresentação" para o grupo.

O encontro começou com o lider da comunidade local (denominado "Embaixador" pelo site) fazendo alguns esclarecimentos e advertências. Muitas baseavam-se no fato que alguns membros do site que caminhavam com turistas pela cidade recentemente foram parados pela polícia para esclarecerem o envolvimento deles com estrangeiros. Advertiu-se que nestes casos não devem citar o site, pois é algo complexo para explicar e se fazer compreender. O papo ficou neste contexto por um bom tempo e inclusive orientaram para que não divulgassem irrestritamente o site para qualquer um: poderia ser um espião (de novo esse papo estranho). Neste momento pedi a palavra e perguntei como eles garantiam que ali mesmo não tinha um, mas eles não pareciam acreditar nesta hipótese.

Um outro membro do CS local que estava ao meu lado ficou me tranquilizando e dizendo que a coisa não era tão grave como estava parecendo: era só advertência para não ter incomodação.


Ok. Fora este clima de suspense exagerado, o encontro foi super jóia. Cada turista fez uma apresentação individual, respondendo perguntas como: de onde vem, o que faz, por que escolheu o Irã, o que pensava do Irã antes de vir, o que pensam nossos amigos a respeito do Irã, o que está achando do país,...


Um dos amigos que fizemos pelo CS, eu, Thomaz e Rafael.

Depois o grupo se dividiu em "panelas" menores para iniciar uma conversa. Muitos vieram falar comigo. E depois ainda me pagaram sorvete com um doce famoso iraniano que parecia um espaguete mergulhado numa água de sabor limão adocicado. Estranho...



Outros 2 amigos do CS que me presentearam com sorvete de açafrão, com calda de anis, nuddles e "água de limão adocicada".

Trocamos e-mails, contatos, e nos despedimos a tempo de pegar o metrô.
Foi muito rápido e ficou a sensação de que talvez com alguns deles eu volte a reencontrar no futuro...



Escondidos entre as árvores... ;-)


10 de outubro de 2010

Idéia original para decoração de banheiros

Já comentei que os iranianos possuem um gosto peculiar para decoração?
Móveis com acabamentos em dourado são a grande coqueluche da decoração por aqui.
Mas banheiros turcos com iluminação de boate eu não poderia nem imaginar...
Realmente bastante original, tendo superado inclusive os da Índia! ;-D


Banheiro da casa de chá HEZARDASTAN localizada na cidade de Mashhad (Irã)
.

World "Engrish"


Algumas sinalizações em inglês no Irã despertaram alguma curiosidade no grupo.



Children's Landspeculation?


Não me pergunte o que era isso...


glassef ???

 Fora as placas estranhas acima (algumas indecifráveis), em muitos locais as advertências aos estrangeiros não podem ser ignoradas por respeito aos costumes:
 
Será que haverá revista nas mulheres?
 
Zoom da placa de advertência




















Eu só não sei como eles garantem o cumprimento da última orientação da placa...
.

8 de outubro de 2010

Entrevista para TV local de Floripa sobre viagens inesquecíveis e dicas para mochileiros

Compartilho com vocês uma entrevista que eu e o Rafael demos para a TVCOM/ Florianópolis em abril de 2009 sobre nossas viagens. Já faz um tempinho, mas agora finalmente dediquei-me a publicar o arquivo na internet.
Espero que gostem.

.
Related Posts with Thumbnails